A pessoa jurídica que tenha como atividade serviços de conservação pode optar pelo Simples Nacional?

Sim. A pessoa jurídica que se dedique à atividade de serviços de conservação pode optar pelo Simples Nacional, conforme previsto no art. 18, § 5º-D, VIII, da Lei Complementar nº 123/2006.

(Lei Complementar nº 123/2006, art. 18, § 5º-D, VIII – alterada pela Lei complementar nº 128/2008)