Montar consultório veterinário

Como Montar um Consultório Veterinário?

O sonho de montar um consultório veterinário está cada vez mais presente na vida de qualquer médico veterinário. E o mercado pet vem crescendo cada vez mais.

Diante desse cenário, as oportunidades de mercado crescem cada vez mais para suprir a necessidade dos mascotes domésticos e de rua. Mas para montar um consultório veterinário, não basta apenas paixão pelos animais. Sem o conhecimento adequado sobre a legislação e questões tributárias, a empresa pode não sobreviver a longo prazo.

A falta de planejamento e mentalidade do profissional também é outro fator que impulsiona o índice de mortalidade de empresas no Brasil. Por conta disso, ter um contador especializado em abertura de empresas se tornou o fator mais requisitado pelos profissionais nos últimos anos.

Se você quer abrir sua clínica veterinária, mas ainda não conhece os procedimentos necessários, nesse artigo vamos explicar como funciona esse processo. Acompanhe!

 

Tenha um Plano de Negócios Eficiente

Para você abrir sua clínica veterinária, é necessário definir de forma objetiva todos os propósitos da empresa: o modo que irá atuar, quanto pretende investir, para qual público demográfico, em quais regiões, etc.

Esses detalhamentos, juntamente com um bom contador, ajudarão você a verificar a viabilidade de montar seu próprio consultório veterinário. A seguir, confira as principais informações que precisam constar num plano de negócios eficiente:

 

1. Forma Jurídica do Consultório Veterinário

Antes de fazer a abertura do seu consultório veterinário, você precisará decidir entre atuar como pessoa física ou pessoa jurídica.

Na pessoa física, suas receitas e despesas serão declaradas anualmente em seu CPF, pela Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF). A tributação pode chegar até 27,5%. Entretanto, você pode deduzir algumas despesas, como instalações ou aluguéis em seu Carnê Leão.

Na pessoa jurídica, o modo de atuação vai depender do tipo de empresa que fará a abertura. Entre elas, temos:

2. Enquadramento Tributário do Consultório ou Clínica Veterinária

Outra informação que vai impactar a quantidade de impostos da sua clínica veterinária é o regime tributário.

Por sua vez, ele quem vai definir a forma e o recolhimento dos tributos. Atualmente, temos três principais regimes tributários, são eles: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real.

Para empresas de pequeno porte, os dois regimes mais aconselháveis são o Simples Nacional e o Lucro Presumido. Aqui na Soluzione Contábil, fazemos a melhor escolha para você ter mais tranquilidade na abertura da sua clínica veterinária, e aproveitamos também para realizar todo processo de abrir seu consultório veterinário!

 

3. Capital Social

O capital social se trata de todos os recursos financeiros que você precisará investir para montar seu consultório veterinário. Entre os recursos, podemos citar equipamentos, dinheiro, ferramentas, etc.

A dica para acertar em cheio no valor do capital social e não ter prejuízos, é contar com a ajuda de um contador. Ele auxiliará você a saber sobre o investimento feito em cada etapa da abertura da clínica veterinária.

Além disso, se você for atuar como pessoa jurídica, é importante denotar quanto cada sócio vai receber mensalmente.

 

Passo a Passo para Montar sua Clínica Veterinária

Abrir uma clínica veterinária é mais difícil e complexo do que se imagina. Essa é a hora de colocar todo o planejamento em prática. E o mais importante: Tenha um contador ou uma assessoria contábil em todos os processos para garantir a certeza das operações. Vamos conferir quais são os passos?

Se você ainda não procurou um local adequado, esse é o momento de escolher. No plano de negócios que citamos acima, também é importante estabelecer quem será seu público-alvo. O local deve ser encontrado por seus clientes sem esforços.

O próximo passo, se você for atuar como pessoa jurídica, é definir seu contrato social ou ato constitutivo. Esse documento estabelece seus objetivos como sócio do negócio perante os outros sócios e a empresa.

Após isso, temos outros cadastros: registrar seu consultório em uma Junta Comercial ou cartório do Estado para formalizar a empresa e na Receita Federal para obter o CNPJ. Em seguida, no quesito municipal, é importante comparecer a prefeitura de sua cidade para retirar o documento Alvará de Funcionamento, que habilitará sua clínica veterinária a funcionar normalmente.

Por fim, basta se cadastrar em alguns órgãos de controle obrigatório, como o CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos da Saúde) e a Vigilância Sanitária, onde você retirará o Alvará de Licença Sanitária.

 

Já sei Como Montar, mas Como Gerenciar?

Agora que você já viu como montar seu consultório, não podemos deixar de falar que, enquanto sua empresa estiver funcionando, os riscos sempre irão existir. Pesquisas do IBGE já confirmaram que mais de 60% das empresas quebram antes de completar 5 anos de sobrevivência no mercado. Por essa razão, um serviço especializado de contabilidade para consultórios veterinários não pode faltar na sua empresa.

A Soluzione Contábil consegue facilitar todos os processos de abertura de empresa para você, pois é uma empresa especializada no ramo da saúde com sólida experiência.

Além disso, após a abertura do consultório veterinário, nós fazemos o auxílio necessário para você não ter com o que se preocupar em seu controle de finanças. Assim, você poderá dedicar seu tempo cuidando do que realmente importa: Dos seus clientes e dos animais.

Se você tiver dúvidas sobre esse processo, entre em contato conosco e nós vamos auxiliá-lo!