Muito se fala que com a tecnologia nós poderíamos trocar um gestor financeiro por um sistema de gestão financeira, mas a função do gestor financeiro vai muito além de processar as informações financeiras da empresa, para tomadas de decisões, além de ter os números disponíveis que demonstram que essa é a realidade das empresas, nós precisamos de gestores que conheçam o dia a dia dessa empresa e também o mercado externo atual e com base nessas informações possam tomar as melhores decisões. 

Eu acredito que não vale a pena descartar um profissional altamente capacitado com amplo conhecimento interno da sua empresa, para algo externo do mercado como o sistema de gestão financeira.

O sistema gestão financeira pode ser o meio mas não é o fim, mas vamos falar um pouco mais sobre o papel do gestor financeiro, como é importante para a sua empresa ter sucesso e principalmente qual sua real habilidade.

O que faz um gestor financeiro?

Seria excelente para toda a empresa ter um gestor financeiro, porém normalmente uma pequena empresa tem dificuldades para manter um profissional focado para gestão financeira.

Sabendo que a maioria das empresas que quebram no Brasil é por falta de controle em suas finanças, ter um gestor financeiro é um fator importante para o sucesso de qualquer empresa.

Normalmente essa função é ocupada por administradores ou contadores, um bom gestor financeiro se envolve diretamente nas principais decisões da empresa, gerando um fluxo de trabalho totalmente voltado aos controles disponíveis da empresa, tanto financeiros como os materiais.

O setor financeiro pode atuar de diversas formas, seja de forma construtiva ou até assessorando na própria execução do trabalho, no setor de finanças, como trabalhos de contas a pagar, a receber, no planejamento orçamentário e controle dos fluxos de caixa.

Vamos entender então, como um gestor financeiro trabalha de forma consultiva.

Consultoria Financeira

É comum o empreendedor trazer a desorganização financeira da sua vida pessoal para a empresa, o que requer uma mudança comportamental para que tudo se ajuste e não haja problemas, dentro da empresa o trabalho do consultor ( nesse caso o gestor financeiro )  é educar o empresário e principalmente trabalhar algumas mudanças de crenças limitantes que atrapalham a percepção de valor, na gestão financeira.

É de responsabilidade do gestor educar um empresário, para principalmente, não misturar as contas de pessoa física com as contas da pessoa jurídica.

Isso além de atrapalhar a medição de um resultado efetivo da empresa, pode gerar vários problemas legais para o empresário.

O gestor financeiro precisa entender que trabalhando de forma estratégica com consultoria financeira, ele precisa desenvolver um processo de educação e ter paciência, porque às vezes esse processo é muito lento devido a mentalidade empresário, caso não consiga separar o que é dele do que é da empresa.

Assessoria Financeira

 Já o trabalho de assessoria financeira é mais focado na própria execução do trabalho de contas à pagar e receber, controle de fluxo de caixa, preparação de relatórios e índices que serão apresentados para a tomada de decisão por parte do empresário.

No entanto o gestor  financeiro, tem como atividades de assessoria financeira um posicionamento um pouco mais passivo, tendo em vista que ele vai apenas executar o trabalho e preparar os relatórios para a tomada de decisão do próprio empresário.

É claro que existem responsabilidades e que o gestor precisa ficar atento em relação a isso, levando em conta que a função do setor financeiro é uma função extremamente estratégica que reportam diretamente aos sócios da empresa, o presidente  e os diretores que tem poder de tomada de decisão. Entender a diferença entre assessoria financeira e consultoria financeira é necessário para o posicionamento estratégico do Gestor Financeiro.

Responsabilidades sobre os controles financeiros

Todos os controles financeiros têm como base as informações contábeis geradas pela contabilidade da empresa, por isso é importante que o gestor das finanças tenha conhecimento contábil, porque todas as demonstrações geradas pela contabilidade serve de base para preparação dos relatórios financeiros, que são de extrema importância para qualquer empresa.

Quando o gestor for um contador fica mais fácil para elaboração das informações, pois o contador conhece muito bem a ciência contábil.

Normalmente o administrador de empresa também estuda contabilidade, para que possa estar preparado para fazer as análises financeiras, com base nas demonstrações contábeis.

Precisa ficar claro para o gestor financeiro as suas responsabilidades técnicas envolvidas no processo de avaliação dessas informações.

Gestor Financeiro Estratégico

 Toda empresa precisa de um gestor financeiro estratégico, que além de conhecer dos números, precisa conhece muito bem do negócio da empresa o que é muito importante para que o gestor financeiro tenha sucesso em suas atribuições.

 É preciso que ele estude muito bem sobre os negócios da empresa e que tenha conhecimento de mercado, assim como volatilidade das necessidades dos clientes, sabendo principalmente como atua a sua concorrência.

Não tem como tomar decisão olhando apenas para os números ou para a realidade interna da empresa,  é preciso conhecer e olhar para o mercado, compreender suas sazonalidades e as variações decorrentes desse mercado que possam impactar ou não as finanças da empresa de alguma forma.

Resumo

Seja você o gestor financeiro, o contador ou o administrador, o importante é que estude sobre negócios e conheça a fundo as atividades da empresa.

O que mais dificultou na gestão das empresas nos últimos anos, foi justamente gestores financeiros que entendiam muito bem de números, mas não conheciam quase nada sobre o negócio da empresa.

Um bom gestor financeiro precisa desenvolver essa sensibilidade e conhecer muito bem o mercado que a empresa atua. 

Porém esse gestor também pode ser terceirizado, através de uma empresa de terceirização de gestão financeira, onde caso queira ou não possua essa qualificação, o empresário pode terceirizar esse processo de execução e dependendo da atividade da empresa, seria interessante abrir reuniões periódicas para análise das informações e até mesmo um Gestor interno focado na tomada de decisão.

Precisa contratar um gestor financeiro ou uma consultoria? Então conheça nossos profissionais qualificados presentes em todo o Brasil.