Contabilidade para construção civil | Contador especializado em construtoras

Contabilidade para construção civil - imagem de construtora fazendo a construção de um edifício
O QUE VOCÊ VAI CONHECER NESSE CONTEÚDO?

Quando o assunto é a contabilidade para construção civil, muitas dúvidas podem surgir, e foi pensando nisso que decidimos preparar um conteúdo completo sobre o tema.

Aqui você vai tirar dúvidas sobre impostos, planejamento tributário, abertura de empresa e entender como uma contabilidade especializada em construção civil pode fazer a diferença para gestão contábil do seu negócio.

Para saber mais, continue conosco até o final do artigo ou clique em um dos botões abaixo para falar com um contador especialista.

O que é e como funciona a contabilidade para construção civil?

Contar com a assessoria contábil de uma contabilidade especializada em construtoras e incorporadoras é fundamental para empreendedores que desejam chegar ao sucesso no segmento.

Com os serviços e a orientação de uma contabilidade especializada, a sua empresa pode:

  • Montar um planejamento tributário e pagar menos impostos;
  • Manter todas as obrigações em dia com o fisco;
  • Registrar funcionários e calcular a folha de pagamento;
  • Controlar certidões negativas de débito;
  • Elaborar o balanço contábil patrimonial;
  • Dentre outras atividades importantes.

Sua empresa ainda não conta com uma contabilidade para construção civil? Entre em contato conosco e conheça os serviços e soluções que a Soluzione tem a oferecer!

Qual a importância da contabilidade especializada em construtoras e incorporadoras?

Com uma contabilidade especializada em construção civil, um dos principais benefícios que as empresas podem obter é uma importante economia no pagamento de impostos.

Isso acontece, pois, uma contabilidade para construtoras e empresas prestadoras de serviços possui o conhecimento técnico necessário para indicar o regime tributário mais econômico para cada realidade de negócio, reduzindo assim a alíquota de contribuição e a carga tributária das empresas do setor.

Por sua vez, as empresas que pagam menos impostos, são mais lucrativas e além disso, podem oferecer preços melhores aos clientes, se tornando mais competitivas no mercado.

Procurando um contador especializado em construção civil? Conte com a assessoria contábil do time de especialistas da Soluzione!

Por que fazer um planejamento tributário e contabilidade para construção civil?

Ao procurar um contador especializado em construtoras e incorporadoras, empresários e empreendedores do setor, descobrem que na prática, suas empresas não precisam ficar limitadas ao Simples Nacional, mas podem adotar outro regime tributário, como o Lucro Presumido ou o Lucro Real.

Com a elaboração de um estudo de planejamento tributário e com o embasamento técnico que somente uma contabilidade para empresas de construção civil ou uma contabilidade para incorporadoras pode oferecer, muitos empreendedores descobrem que:

  • O regime de tributação atual não é o mais econômico;
  • É possível obter uma redução importante de carga tributária;
  • Pode ser possível recuperar parte dos impostos que foram pagos a mais.

Qual o CNAE para construção civil?

Quando o assunto é contabilidade para construção civil e a busca por alternativas para reduzir impostos a escolha do CNAE correto para o tipo de atividade desenvolvida é muito importante.

Dentre outras coisas, o CNAE pode determinar se a empresa tributa no anexo V do Simples Nacional ou no anexo III através do fator R. Isso sem falar no Anexo IV, que é aplicável em boa parte dos casos.

Com base na legislação em vigor, os CNAEs mais usados para construção civil são:

Atividade do anexo III (CNAE):

  • 4329-1/99 – Outras obras de instalações em construções;
  • 4399-1/01 – Administração de obras.

Atividades do anexo IV (CNAE):

  • 4120-4/00 – Construção de edifícios e reformas em apartamentos e casas;
  • 4211-1/01 – Construção e manutenção de rodovias e ferrovias;
  • 4213-8/00 – Obras de urbanização e reforma de ruas, praças e calçadas;
  • 4221-9/01 – Construção de barragens e represas;
  • 4221-9/02 – Construção de estações e redes de distribuição de energia Elétrica;
  • 4222-7/01 – Construção de redes de abastecimento de água e esgoto;
  • 4291-0/00 – Obras portuárias, marítimas e fluviais;
  • 4292-8/01 – Montagem de estruturas metálicas;
  • 4292-8/02 – Obras de montagem industrial;
  • 4299-5/01 – Construção e manutenção de instalações esportivas e recreativas;
  • 4299-5/99 – Obras de açudes e contenção de encostas;
  • 4311-8/01 – Demolição de edifícios e outras estruturas;
  • 4311-8/02 – Preparação de canteiro e limpeza de terreno;
  • 4322-3/01 – Instalações hidráulicas, sanitárias e de gás;
  • 4330-4/01 – Impermeabilização em obras de engenharia civil;
  • 4330-4/02 – Instalação de portas, janelas, tetos, divisórias e armários embutidos;
  • 4330-4/03 – Obras de acabamento em gesso e estuque;
  • 4330-4/04 – Serviços de pintura de edifícios em geral;
  • 4330-4/99 – Tratamento de trincas e fissuras em paredes;
  • 4391-6/00 – Obras de fundações;
  • 4399-1/03 – Obras de alvenaria;
  • 4399-1/05 – Perfuração e construção de poços de água;
  • 4399-1/99 – Construção de plantas industriais (infraestrutura) e serviços de concretagem.

Atividades do anexo V (CNAE):

  • 7112-0/00 – Serviços de engenharia, fiscalização de obras e elaboração de projetos de engenharia.

Contabilidade para construção civil: como fica a tributação?

A tributação para empresas de construção civil possui uma série de variáveis e a depender de fatores como CNAE e volume de faturamento, pode ser calculada com base em uma das opções abaixo:

Tributação para construtoras no Simples Nacional

De acordo com a legislação em vigor, a maior parte dos CNAEs de construção civil estão ligados ao Anexo IV, com alíquota a partir de 4,5% sobre o faturamento da empresa.

Anexo IV

Faixa

Receita em 12 meses

Alíquota

Valor a deduzir

Até 180.000,00

4,50%

De 180.000,01 a 360.000,00

9,00%

R$ 8.100,00

De 360.000,01 a 720.000,00

10,20%

R$ 12.420,00

De 720.000,01 a 1.800.000,00

14,00%

R$ 39.780,00

De 1.800.000,01 a 3.600.000,00

22,00%

R$ 183.780,00

De 3.600.000,01 a 4.800.000,00

33,00%

R$ 828.000,00

No entanto, os serviços de engenharia, fiscalização de obras e elaboração de projetos de engenharia (7112-0/00) estão sujeitos ao:

Anexo III

Faixa

Receita em 12 meses

Alíquota

Valor a deduzir

Até 180.000,00

6,00%

De 180.000,01 a 360.000,00

11,20%

R$ 9.360,00

De 360.000,01 a 720.000,00

13,20%

R$ 17.640,00

De 720.000,01 a 1.800.000,00

16,00%

R$ 35.640,00

De 1.800.000,01 a 3.600.000,00

21,00%

R$ 125.640,00

De 3.600.000,01 a 4.800.000,00

33,00%

R$ 648.000,00

Anexo V

Faixa

Receita em 12 meses

Alíquota

Valor a deduzir

Até 180.000,00

15,50%

De 180.000,01 a 360.000,00

18,00%

R$ 4.500,00

De 360.000,01 a 720.000,00

19,50%

R$ 9.900,00

De 720.000,01 a 1.800.000,00

20,50%

R$ 17.100,00

De 1.800.000,01 a 3.600.000,00

23,00%

R$ 62.100,00

De 3.600.000,01 a 4.800.000,00

30,50%

R$ 540.000,00

(a depender do Fator R da empresa). No Anexo III, a alíquota inicia em 6% e no Anexo V, 15,50% sobre o faturamento.

Simples Nacional atende construtoras com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, mas nem sempre é a opção mais econômica.

Importante: quando falamos do Simples Nacional, devemos considerar a alíquota efetiva, conforme cálculos abaixo, com referências das tabelas dos anexos:

Anexo III
Faturamento – R$ 200.000,00
Alíquota – 11,20%
Valor a deduzir: R$ 9.360,00

200.000,00 x 11,20% = 22.400,00
22.400,00 – 9.360,00 (dedução) = 13.040,00
13.040,00 / 200.000,00 = 0,0652 x 100 = 6,52%
Alíquota efetiva = 6,52%

──────────//──────────

Anexo IV

Faturamento – R$ 200.000,00
Alíquota – 9,0%
Valor a deduzir: R$ 8.100,00

200.000,00 x 11,20% = 18.000,00
18.000,00 – 8.100,00 (dedução) = 9.900,00
9.900,00 / 200.000,00 = 0,0495 x 100 = 4,95%
Alíquota efetiva = 4,95%

──────────//──────────

Anexo V

Faturamento – R$ 200.000,00
Alíquota – 18,0%
Valor a deduzir: R$ 4.500,00

200.000,00 x 18,0% = 36.000,00
36.000,00 – 4.500,00 (dedução) = 31.500,00
31.500,00 / 200.000,00 = 0,1575 x 100 = 15,75%
Alíquota efetiva = 15,75%

Tributação para construtoras no Lucro Presumido

Com a orientação de uma contabilidade para construção civil, construtoras que faturam até R$ 78 milhões por ano podem ser tributadas no Lucro Presumido, mais precisamente em uma das modalidades abaixo:

Construção por empreitada global: Quando a construtora fornece a mão de obra e os materiais empregados na construção:

  • IRPJ: 1,20%
  • CSLL: 1,08%
  • PIS: 0,65%
  • COFINS: 3%
  • ISS: 2% a 5%

Construção por empreitada parceria: Quando a construtora fornece apenas a mão de obra empregada na construção:

  • IRPJ: 4,80
  • CSLL: 2,88%
  • PIS: 0,65%
  • COFINS: 3%
  • ISS: 2% a 5%

Tributação para construtoras no Lucro Real

Por fim, temos o Lucro Real, regime que não possui limite de faturamento anual e conta com as seguintes alíquotas:

  • IRPJ: 15% mais adicional de 10% sobre o lucro trimestral superior a R$ 60 mil.
  • CSLL: 9%
  • PIS: 0,65%
  • COFINS: 3%
  • ISS: 2% a 5%

Em alguns casos esse regime é interessante em função das deduções que são permitidas em alguns casos.

Não tenha dúvidas, em meio aos diversos aspectos da gestão contábil, fiscal, tributária, trabalhista e financeira que envolvem empresas deste setor, o apoio de uma contabilidade para construção civil é fundamental.

É importante saber, que a escolha de um endereço em um município onde a incidência do ISS seja baixa, você terá uma economia desse imposto.

Veja a economia mensal:

Faturamento mensal = R$ 200.000,00
Alíquota ISS = 5%

ISS a pagar = R$ 10.000,00

Faturamento mensal = R$ 200.000,00
Alíquota ISS = 2%
ISS a pagar = R$ 4.000,00

──────────//──────────

Veja a economia anual:

Faturamento mensal = R$ 200.000,00 x 12 meses
Faturamento anual = R$ 2,4 milhões
Alíquota ISS = 5%

ISS a pagar = R$ 120.000,00

Faturamento mensal = R$ 200.000,00
Alíquota ISS = 2%
ISS a pagar = R$ 48.000,00

Vale a pena abrir CNPJ para construção civil: passo a passo completo

Após esclarecer suas dúvidas sobre o assunto e entender a importância da contabilidade especializada em construtoras e incorporadoras, é hora de conferir o passo a passo para abertura de empresa.

1.Contrate uma contabilidade para construção civil: O apoio de um contador especialista é fundamental nos trâmites para legalizar e abrir CNPJ.

2.Separe a documentação necessária: Para abrir uma construtora, você vai precisar separar documentos como CPF, RG e comprovante de residência dos sócios, informar o número da inscrição imobiliária do endereço da futura empresa e adquirir um certificado digital.

3.Aguarde o processo de abertura: Por fim, é só aguardar o prazo necessário para conclusão do processo de abertura por parte da contabilidade junto aos órgãos competentes, incluindo a emissão de CNPJ, Inscrição Municipal, Alvará e outros trâmites.

Deseja abrir uma construtora, pagar menos impostos e manter tudo em ordem com o fisco? 

Conte com uma contabilidade digital especializada no seu segmento, escolha a Soluzione!

Orçamento em
3 passos

Preencha o formulário
e fale com um especialista

ÚLTIMOS POSTS

SUA SOLICITAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

Novo logo Tamanho Grande

FALE AGORA COM  NOSSOS CONSULTORES

*ESPERE*

VOCÊ PRECISA PAGAR MENOS IMPOSTOS E ORGANIZAR A SUA EMPRESA!
Deixe a gente te ajudar!

ORÇAMENTO EM
3 SIMPLES PASSOS

SUA SOLICITAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

Novo logo Tamanho Grande

FALE AGORA COM  NOSSOS CONSULTORES

SUA SOLICITAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

Um consultor entrará em contato via Whatsapp, assim que receber a mensagem. Obrigado!

O treinamento Empresário Inquebrável foi desenvolvido pensando no Pequeno e Médio empreendedor que ainda não consegue dominar todas as áreas do empreendedorismo.