Soluzione Contábil

Qual a diferença entre profissional liberal e profissional autônomo

Qual a diferença entre profissional liberal e profissional autônomo

Você saberia listar as diferenças entre o profissional liberal e o profissional autônomo? 

São muitas as dúvidas a respeito do assunto. No entanto, se você chegou aqui em busca de respostas, você chegou ao lugar certo. 

Aqui vamos explicar o significado e a diferença entre profissionais autônomos e liberais e a forma de tributação desses profissionais.

Afinal, vale a pena abrir uma empresa para profissional liberal e profissional autônomo? Como organizar a contabilidade?

Acompanhe esse conteúdo até o final e retire suas dúvidas. Prefere falar diretamente com um especialista? Clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco:

O que é profissional Liberal

É aquele que tem formação técnica ou graduação que lhe permita o exercício de profissões regulamentadas e fiscalizadas por entidades de classe como o CRM, CREA e a OAB.

Esses profissionais podem exercer suas atividades e prestar serviços por conta própria, trabalhar com vínculo empregatício ou abrir um CNPJ.

Confira alguns exemplos de profissionais liberais:

  • Médicos;
  • Veterinários;
  • Contadores;
  • Corretores;
  • Advogados;
  • Jornalistas
  • Engenheiros;
  • Agrônomos;
  • Farmacêuticos;
  • Fonoaudiólogos;
  • Arquitetos;
  • Psicólogos;
  • Dentistas;
  • Nutricionistas;
  • Fisioterapeutas;
  • Dentre outros.

O que é profissional Autônomo

É aquele que se dedica ao exercício de profissões que não exigem formação técnica e vinculação a conselhos de classe.

Esse profissional presta serviços em seu próprio nome e não possui vínculo empregatício com seus clientes, pessoa física ou jurídica.

Confira alguns exemplos de profissionais autônomos:

  • Motoristas de aplicativo;
  • Professores particulares;
  • Profissionais de beleza e estética;
  • Desenvolvedores;
  • Designer gráfico;
  • Técnicos de informática;
  • Pedreiros;
  • Carpinteiros;
  • Pintores;
  • Infoprodutores;
  • Youtubers.
Abertura de empresa homem foguete verde  

Quais impostos pagam os profissionais Liberais e Autônomos

Para garantir direitos e manter-se em dia com as suas obrigações perante o fisco e a previdência social, o profissional liberal e profissional autônomo precisam recolher seus tributos.

Profissionais liberais e trabalhadores autônomos precisam pagar os seguintes impostos:

  • IRPF – Imposto de Renda Pessoa Física, com alíquota entre 7,5% e 27,5%;
  • ISS – Imposto Sobre Serviços, com alíquota entre 2% e 5%;
  • INSS – Contribuição Previdenciária, com alíquota de 20% 

As alíquotas incidem sobre os rendimentos mensais do trabalho autônomo e liberal e devem ser recolhidas separadamente, veja como funciona:

IRPF: Após o preenchimento do Carnê Leão, é necessário gerar a Guia DARF para pagamento do imposto devido e este é calculado com base na tabela abaixo:

Tabela do Imposto de Renda IRPF 2021

O Carnê Leão deve ser preenchido na internet por meio do Portal e-CAC. Para acessar o ambiente, é necessário ter um Código de Acesso ou senha GOV.BR.

ISS: O contribuinte deve recolher em guia municipal e a favor do seu município de 2% a 5% do valor da prestação de serviços, observando o que determina a legislação do seu município.

INSS: O contribuinte autônomo e o trabalhador liberal devem contribuir para o INSS com 20% dos seus rendimentos mensais.

O recolhimento dos impostos pode ser realizado com o preenchimento e pagamento do Carnê do INSS, disponível em papelarias ou através da internet no site da Receita Federal.

Vale destacar que o recolhimento do INSS fica limitado ao teto de contribuição da Previdência Social, sendo este no valor de R$ 6.433,57 (2021).

Sendo assim, o valor máximo a contribuir para o INSS, será de R$ 1.286,71.

Cálculo dos impostos de profissionais liberais e autônomos

Para facilitar o seu entendimento sobre o assunto, preparamos uma memória de cálculo com todos os valores devidos por um profissional liberal e profissional autônomo.

No nosso exemplo, consideramos uma remuneração mensal de R$ 10.000,00 veja como fica:

  • Imposto de Renda: R$ (10.000,00 x 27,5%) – R$ 869,36 = R$ 1.880,64
  • ISS: ( 2% a 5%): R$ 200,00 a R$ 500,00
  • INSS: (20%): R$ 1.286,71 (Teto do INSS)

Imposto a pagar: R$ 3.367,35 a R$ 3,637,35

Sem dúvidas uma carga tributária pesada, não é mesmo? Mas, e como pessoa jurídica? Como funciona? Confira no próximo tópico.

Vale a pena abrir empresa?

Vale a pena abrir empresa para profissional liberal e profissional autônomo?

No tópico anterior, vimos que a tributação sobre profissionais que atuam como pessoa física é elevada, agora vamos verificar como funciona com a abertura de um CNPJ

Ao optar pela abertura de uma empresa, o profissional liberal e o profissional autônomo contam com algumas opções, são elas:

  • MEI – Microempreendedor Individual: Disponível para algumas atividades, desde que o faturamento anual da empresa não seja superior a R$ 81 mil, ou seja, R$ 6.750,00* ao ano, proporcionalmente.

O Microempreendedor prestador de serviços contribui mensalmente com um valor fixo de R$ 60,00*.

  • Simples Nacional: Disponível para empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões que exerçam atividades permitidas para o Simples Nacional.

No Simples as alíquotas efetivas podem variar entre 6% e 19,5%* do faturamento mensal para prestadores de serviço.

  • Lucro Presumido: Disponível para empresas com faturamento anual de até R$ 78 milhões.

No Lucro Presumido, a carga tributária varia entre 13,33% e 16,33%* de acordo com a alíquota de ISS do município.

Além das opções listadas, temos ainda o Lucro Real. No entanto, esse regime é mais indicado e utilizado por grandes empresas, sendo obrigatório para aquelas que faturam mais de R$ 78 milhões anualmente.

Por fim, o trabalhador liberal ou autônomo, que é sócio ou proprietário individual de uma empresa, contribui com alíquota de 11% para a Previdência Social (INSS).

Observação: O MEI contribui para a previdência automaticamente ao efetuar o pagamento da DAS MEI.

Em todos os casos, ao formalizar uma empresa e atuar como pessoa jurídica, tanto o autônomo como o trabalhador liberal podem economizar no pagamento de impostos.

Portanto, podemos concluir que vale a pena abrir uma empresa.

*Os valores citados são do ano referência 2021.

Contabilidade pessoas quebra cabeças azul  

Profissional Liberal: como organizar a sua contabilidade

Você é profissional liberal ou autônomo e pretende regularizar a sua situação perante o fisco ou então abrir uma empresa? Conte com a Soluzione Contábil!

Confira algumas obrigações do trabalhador liberal:

  • Preenchimento do Carnê Leão;
  • Pagamento da guia DARF de imposto de renda;
  • Recolhimento do ISS;
  • Recolhimento do INSS.

Confira algumas obrigações do empreendedor que decide abrir uma empresa:

  • Cálculo e recolhimento de tributos.;
  • Preenchimento e envio de declarações;
  • Cálculo da folha de folha de pagamento (caso possua funcionários);
  • Escrituração fiscal e contábil.

Em todos os casos, você precisa do apoio de um contador. Entre em contato conosco, clicando em um dos botões abaixo e saiba mais:

SUA SOLICITAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

Novo logo Tamanho Grande

FALE AGORA COM  NOSSOS CONSULTORES

SUA SOLICITAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

Um consultor entrará em contato via Whatsapp, assim que receber a mensagem. Obrigado!

O treinamento Empresário Inquebrável foi desenvolvido pensando no Pequeno e Médio empreendedor que ainda não consegue dominar todas as áreas do empreendedorismo.

Open chat