Contabilidade para clínicas de fonoaudiologia

A melhor forma para uma clínica de fonoaudiologia ter sustentabilidade no mercado é contando com uma boa administração legal, tributária e financeira. Entretanto, uma pesquisa do IBGE mostrou que mais de 60% das empresas fecham as portas antes de completar 5 anos. O principal motivo é justamente a falta desses fatores.

 

Por essa razão, a contabilidade especializada para fonoaudiólogos e clínicas de fonoaudiologia sempre foi recomendada como a melhor opção, pois além de auxiliar na gestão financeira, a tomada de decisão se torna ainda mais segura.

 

O profissional contábil especializado nesse segmento é essencial para o empreendedor compreender a situação econômico-financeira do seu negócio. Para isso, no artigo de hoje a Soluzione Contábil reuniu as perguntas mais frequentes sobre a contabilidade para fonoaudiólogo e clínicas de fonoaudiologia. Acompanhe!

 

1. Eu devo ter Escrituração Contábil?

A resposta é: SIM!

 

Se você é um fonoaudiólogo autônomo, ou atua como pessoa jurídica, você tem a obrigatoriedade de registrar formalmente todas suas receitas e despesas do consultório e encaminhá-las àa Receita Federal.

 

Esse registro de informações financeiras está previsto pelo código civil, lei 10.406/2002:

 

“Art. 1.179: O empresário e a sociedade empresária são obrigados a seguir um sistema de contabilidade, mecanizado ou não, com base na escrituração uniforme de seus livros, em correspondência com a documentação respectiva, e a levantar anualmente o balanço patrimonial e o de resultado econômico.”

 

Aqui na Soluzione Contábil, vemos que esse procedimento, por si só, é um dos que mais tomam o tempo dos empreendedores. Por conta disso, oferecemos serviços de escrituração e de contabilidade para fonoaudiólogos e clínicas de fonoaudiologia, para que o profissional possa cuidar do que realmente importa com mais tranquilidade!

 

 

2 - Estou no Enquadramento Tributário correto?

Uma das dúvidas mais importantes é sobre o regime tributário. Por sua vez, ele é o que vai definir a principal forma de tributação da sua clínica de fonoaudiologia. Entre os regimes de tributação, temos o Simples Nacional, o Lucro Presumido e o Lucro Real.

Fonoaudiologia - Simples Nacional

O programa do Simples Nacional é mais apropriado para pequenas clínicas, pois sua tributação é simplificada e limitada à rendimentos de até R$4,8 milhões por ano. Caso as despesas trabalhistas da sua clínica forem superiores a 28%, você terá uma tributação inicial de 6%, conforme anexo III do programa:

Anexo III Simples Nacional
Anexo III Simples Nacional

Entretanto, se seus gastos com mão-de-obra forem inferiores a 28%, a tributação ocorrerá no anexo V, com uma alíquota inicial de 15,5%.

Anexo V Simples Nacional
Anexo V Simples Nacional

Fonoaudiologia - Lucro Presumido


No Lucro Presumido, sua tributação é estabelecida por uma tabela fixa que varia de acordo com o segmento. No caso de um consultório de fonoaudiologia, os tributos federais se encontram por volta de 11,33%, e 
o ISS pode variar de 2% a 5%, dependendo do seu município:

Fonoaudiologia - Lucro Real

Já o Lucro Real possui uma tributação diferenciada e complexa, que varia de acordo com seu lucro líquido. No entanto, esse enquadramento não é recomendado para pequenas clínicas por conta de suas alíquotas elevadas.

Junto com o auxílio de um contador ou um serviço de contabilidade para fonoaudiólogo e clínicas de fonoaudiologia, é possível saber qual o regime mais apropriado para você pagar o menor valor de imposto possível!

3- Posso mudar para um escritório de contabilidade especializado em fonoaudiólogos?

O apoio de um contador sempre foi essencial para qualquer empresa. Mas nem sempre o serviço de contabilidade para fonoaudiólogo e clínicas de fonoaudiologia é eficiente. Um dos motivos, é o escritório não ser especializado ou não entender a peculiaridade desse segmento.

Diante disso, para trocar de contador, o procedimento requer algumas atenções. Vamos citar algumas delas:

  • Analise o contrato de prestação de serviços: Verifique se não há alguma responsabilidade técnica ou contratual que possa impedir ou atrasar a troca de contador.
  • Verifique as obrigações do antigo contador: Mesmo após a troca de contador, é necessário confirmar se o serviço anterior foi devidamente finalizado, ou ainda precisará ser encaminhado alguma documentação, como, por exemplo, no caso da escrituração contábil.
  • Solicite o distrato de prestação de serviços: Esse documento vai comprovar que as responsabilidades do contador vão ser finalizadas, assim como o novo contrato deve ser solicitado.
  • Garanta informações ao novo escritório: Para que o novo contador tenha eficiência nos serviços contábeis para fonoaudiólogos, é necessário levantar informações dos dados anteriores, como livros contábeis ou processos em andamento.

Gostou das dicas? Se você quiser conhecer mais sobre o assunto, entre em contato conosco!

A Soluzione Contábil é um escritório de contabilidade com experiência sólida nos serviços contábeis para fonoaudiólogos. Garantimos a você segurança financeira e qualidade ao seu consultório, para que você possa fazer a melhor gestão possível!