Soluzione Contábil

Como abrir uma empresa de consultoria consultores conversando mesa

Como abrir uma empresa de consultoria: Passo a Passo completo em 2021

Abrir uma empresa de consultoria pode ser uma excelente oportunidade de negócios para um profissional que possui qualificação e experiência em determinada área da gestão de negócios.

Esse tipo de serviço é cada vez mais procurado por organizações que precisam corrigir problemas e encontrar alternativas para melhorar os seus processos.

Pensando em utilizar o seu conhecimento ao seu favor para montar o próprio negócio e abrir uma empresa de consultoria empresarial? Então você precisa acompanhar este conteúdo até o final.

Aqui vamos retirar as principais dúvidas sobre o assunto, incluindo o que é e quais são os benefícios da consultoria empresarial, além de um passo a passo completo para ajudar você a montar o seu negócio.

Se preferir, você também pode clicar em um dos botões abaixo e manter contato diretamente com um dos nossos especialistas:

O que é consultoria: como funciona uma empresa de consultoria empresarial?

As empresas de consultoria empresarial contam com profissionais altamente capacitados e com elevado nível de conhecimento em determinada área do conhecimento ligada à gestão de negócios.

Por sua vez, esses profissionais oferecem atendimento especializado e assessoria para organizações interessadas em corrigir e otimizar seus processos operacionais em busca de maior lucratividade e melhor posicionamento no mercado.

Dentre os tipos disponíveis no mercado, podemos destacar:

  • Consultoria financeira;
  • Consultoria de marketing;
  • Consultoria de Tecnologia da Informação – TI;
  • Consultoria de Recursos Humanos – RH;
  • Consultoria empresarial;
  • Consultoria jurídica;
  • Consultoria tributária;
  • Consultoria administrativa.

Você tem um bom nível de conhecimento em pelo menos uma das áreas acima? Se sim, saiba que abrir uma empresa de consultoria pode ser a oportunidade que você procurava para empreender.

Abertura de empresa homem foguete verde  

Abrir empresa de consultoria ou atuar como consultor autônomo?

Qual é a melhor alternativa para o consultor, atuar como profissional autônomo ou abrir uma empresa? Qual é a opção mais econômica?

Essa é uma dúvida bastante comum, uma vez que é possível encontrar nesse mercado, tanto profissionais pessoa física, como também profissionais que atuam como pessoa jurídica.

Para esclarecer essa dúvida, montamos um comparativo do ponto de vista tributário, veja:

Consultor Autônomo (Pessoa Física)

  • IRPF – Imposto de Renda Pessoa Física: Alíquota de até 27,5% sobre os rendimentos mensais;
  • INSS – Contribuição Previdenciária: Alíquota de 20% sobre o faturamento;
  • ISS – Imposto Sobre Serviços: Alíquota entre 2% e 5% a depender do município.

Consultor Pessoa Jurídica (PJ)

  • Impostos Mensais: 
    • Alíquota entre 6% e 19,5% para optantes pelo Simples Nacional;
    • Alíquota entre 13,33% e 16,33% para optantes do Lucro Presumido.
  • INSS – Contribuição Previdenciária: Alíquota de 11% sobre o pró-labore do sócio.

Olhando para o comparativo e alíquotas de cada tributo, podemos concluir que abrir uma empresa de consultoria é a melhor alternativa para um consultor.

Por fim, outra dúvida muito comum sobre o assunto, diz respeito ao MEI para consultoria empresarial. Afinal, consultor pode ser MEI?

No entanto, é preciso esclarecer que a atividade de consultoria não está entre as atividades permitidas no MEI, ou seja, um consultores não podem ser MEI.

Quais os benefícios ao abrir uma empresa de serviços de consultoria?

Deseja saber mais sobre os benefícios relacionados à abertura de um escritório de consultoria? Confira:

Redução da tributação

Como destacamos anteriormente, abrir uma empresa de consultoria pode garantir uma importante redução na carga tributária dos profissionais que exercem esse tipo de atividade.

Agora, vamos conhecer os regimes tributários disponíveis para quem deseja montar esse tipo de negócio.

Simples Nacional: Regime tributário destinado a pessoas jurídicas com faturamento anual igual ou inferior a R$ 4,8 milhões.

Nesse regime tributário, pessoas jurídicas que atuam nessa área, ficam sujeitas às seguintes regras de tributação e alíquotas:

Anexo III – Para negócios com folha de pagamento igual ou superior a 28% do faturamento mensal. 

  • Alíquotas entre 6% e 19,5%.

Anexo V – Para negócios com folha de pagamento inferior a 28% do faturamento mensal. 

  • Alíquotas entre 15,50% e 19,25%

Lucro Presumido: Regime tributário para pessoas jurídicas com faturamento anual de até R$ 78 milhões, incluindo aquelas que poderiam optar pelo Simples Nacional.

No Lucro Presumido, a faixa de tributação fica entre 13,33% e 16,33% do faturamento, a depender da alíquota de ISS praticada pelo seu município.

Lucro Real: Por fim, temos ainda o Lucro Real, um regime de tributação obrigatório para pessoas jurídicas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões.

Devido a sua complexidade, alíquotas elevadas e tributação com base nos lucros, esse pode não ser um bom regime para serviços de consultoria.

Prestar serviços para grandes empresas

Além da redução tributária, o empreendedor que decide abrir uma empresa de consultoria conta com outros benefícios que somente um CNPJ pode oferecer.

Um desses benefícios é a permissão para emitir notas fiscais, possibilitando que o profissional tenha chances maiores de fechar contratos de longa duração com grandes organizações empresariais.

Atendendo a negócios de grande porte, o profissional aumenta o seu faturamento e também a sua visibilidade no mercado.

Contabilidade pessoas quebra cabeças azul  

Passo a passo de como abrir uma empresa de consultoria

Interessado em abrir uma empresa de consultoria? Confira o que é preciso e como montar o seu negócio:

1.Separe os seguintes documentos:

  • RG dos sócios;
  • CPF dos sócios;
  • Carteira do órgão de classe profissional (se houver);
  • Cópia do comprovante de residência;
  • Cópia do IPTU ou Inscrição Imobiliária do imóvel.

2.Defina porte, natureza jurídica e regime tributário:

Quanto ao porte, temos as seguintes opções:

  • Microempresa – ME – Faturamento anual de até R$ 360 mil.
  • Empresa de Pequeno Porte – Faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.
  • Médio Porte: Faturamento superior a R$ 4,8 milhões e menor que R$ 300 milhões;
  • Grande Porte: Faturamento anual superior a 300 milhões.

Quanto à natureza jurídica, as seguintes opções:

  • EI;
  • EIRELI;
  • Sociedade Limitada Unipessoal;
  • Sociedade Empresária Limitada.
  • Sociedade Simples;
  • Sociedade Simples Pura.

Quanto ao regime tributário, as seguintes opções:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

Recomendamos que você tome essas decisões em conjunto com a sua contabilidade, garantindo assim, as melhores escolhas.

3.Efetue os registros necessários

Por fim, com o auxílio do seu contador, será necessário registro nos seguintes órgãos:

  • Junta Comercial;
  • Receita Federal (CNPJ);
  • Prefeitura Municipal (Inscrição Municipal e Alvará de Funcionamento);
  • Previdência Social e Caixa Econômica.

Cumpridas todas as etapas, basta adquirir um certificado digital do tipo A1 ou A3 para assinatura eletrônica de documentos.

Ainda não possui um contador para fornecer as orientações que você precisa e cuidar do processo de abertura do seu negócio?

Conheça a Soluzione Contábil, clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco.

SUA SOLICITAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

Novo logo Tamanho Grande

FALE AGORA COM  NOSSOS CONSULTORES

SUA SOLICITAÇÃO FOI ENVIADA COM SUCESSO!

Um consultor entrará em contato via Whatsapp, assim que receber a mensagem. Obrigado!

O treinamento Empresário Inquebrável foi desenvolvido pensando no Pequeno e Médio empreendedor que ainda não consegue dominar todas as áreas do empreendedorismo.

Open chat