A Contribuição para a Seguridade Social

Não. Nestes casos a Contribuição para a Seguridade Social a cargo da pessoa jurídica deverá ser recolhida separadamente dos valores devidos em conjunto ao Simples Nacional, seguindo as regras previdenciárias aplicáveis às demais pessoas jurídicas.

(Lei Complementar nº 123/2006, art. 18, § 5º-C)